ÚLTIMOS POSTS

18 de abril de 2018

SE É PRA TOMBAR, TOMBEI! FT NAIARA SANTOS


A transição capilar, foi um marco em minha vida e me ajudou muito sobre ser empoderada e me fez ver que é mais que um estilo de cabelo, vai além disso é questão de aceitação, de quebra de padrões e desde então eu sinto vontade de dar voz às mulheres empoderadas, cacheadas, onduladas, crespas, negras, feministas, por isso criei o projeto SE É PRA TOMBAR, TOMBEI!

Confira mais uma entrevista da nossa série com a Blogueira  Naiara Santos





SE É PRA TOMBAR, TOMBEI! FT NAIARA SANTOS

1. O que te levou a assumir o cabelo natural?

Já fazia alguns anos que eu não passava química no cabelo, parei porque era muito ruim ir na praia ou clube e molhar o cabelo, ficava metade liso e metade cacheado, mas não era minha intenção assumir os cachos de vez. Porém, em um belo dia decidi usar o meu cabelo cacheado pois já tinha volto praticamente todo e fiquei encantada com o resultado, também pela liberdade de assumir o meu cabelo do jeito que ele realmente é, me proporcionou.



2. Você se lembra quando usou química pela primeira vez e porquê?


Sim, em 2010 na época da escola, naquela época os cabelos cacheados não eram valorizados, somente o cabelo liso era sinônimo de beleza.



3. Alguém te inspirou? Quem?

Sim várias cacheadas. Não lembro o nome de muitas, mas uma que acredito que serve de inspiração para as cacheadas e a Rayza.



4. Fez o big chop? (se não fez big shop, quanto tempo levou sua transição?)

Não, eu fiquei aproximadamente 3 anos sem passar química no cabelo, apenas escovava e sempre cortava as pontas.

5.Qual a sensação de ter cabelo naturais?

É uma sensação enorme de liberdade, pois a chapinha escraviza as pessoas, além de ser incrível olhar no espelho e descobrir que você pode ser linda do jeito que você é.

6. Qual sua curvatura?
3A

7. Indica algum produto?


Eu gosto do Umidiliz da Muriel cosméticos. Outro que eu gosto bastante e que deixa meu cabelo com brilho é o creme da kanechom.



8. Deixe um recado para quem está em transição ou que ainda não sabe se realmente quer entrar no mundo da cacheada.

Antes eu também tinha muitas dúvidas, mas hoje eu acredito que essa foi uma das melhores escolhas que eu fiz, assumir os meus cachos me deu mais liberdade e autoconfiança, para que eu pudesse ser quem realmente sou. Muitos acreditam que os cachos são apenas modinha, mas hoje eu vejo que é uma questão de aceitação, autoestima e quebra de padrões impostos pela sociedade, valorize a sua beleza, se você é lisa seja feliz assim, se é cacheada ou crespa seja feliz assim também, cada mulher tem sua beleza e o seu cabelo é a sua identidade. ❤


ACOMPANHE A NAI EM SUAS REDES SOCIAS:




E na sua vida o que mudou? Conta pra min nos comentários.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo !
Comente,opine,se expresse ! esse espaço é seu !